Diogo Passos.png

Guitarra Clássica

WhatsApp Image 2022-09-14 at 18.11_edited.jpg

Diogo Passos nasceu a 9 de Maio de 1991.

Natural da Maia, iniciou a sua formação musical em Piano no Centro Cultural e Musical em Santo Tirso, tendo completado o 3º grau do instrumento. 


Findo esse percurso transita para a Guitarra Clássica onde foi aluno do Professor Óscar Flecha na mesma instituição, tendo concluído o 6º grau do instrumento. 
Participou nas masterclasses de Dejan Ivanovic, Joaquin Clerch, Joaquim Santos Simões e de Miguel Carvalhinho. Estudou com Amadeu Magalhães e com Rui Poço Ferreira. Atualmente é aluno de Mestrado em Ensino da Música da Classe de Guitarra Clássica da Escola Superior de Artes Aplicadas do Instituto Politécnico de Castelo Branco (ESART/IPCB), onde estuda com Miguel Carvalhinho e João Tiago Correia.

Concluiu em 2014 a Licenciatura em Música (ramo de Contextos Especiais) na Escola Superior de Educação de Coimbra.


Foi Regente Artístico da Estudantina Universitária de Coimbra, fundador do Grupo de Fado Canto da Noite e membro integrante do Grupo de Cordas da Secção de Fado da Associação Académica de Coimbra. Durante este período destacam-se a participação em várias Serenatas Monumentais e Serenatas da Festa das Latas e Imposição de Insígnias, a gravação do CD “ComTradições” (2012) e Direção Artística do Espetáculo “Concerto para Coimbra” (2014).

Participou nas gravações do CD “Coimbra Abril: Fados em Canções” de António Dinis que foi distinguido com o Prémio Edmundo de Bettencourt em 2015. Gravou e produziu o CD “Margens da Noite” (2018) do supracitado autor.

Esteve envolvido em projetos musicais de índole comunitária no Hospital Psiquiátrico de Sobral Cid, onde trabalhou em parceria com o serviço de Terapia Ocupacional dessa mesma instituição.

Concluiu em 2019 a Licenciatura em Música (ramo de Instrumento, opção Guitarra Clássica) da ESART/IPCB. Durante este período acumulou funções de Monitor na supracitada instituição.

Acompanhou nomes como Né Ladeiras, Vitorino, Janita Salomé.
Colabora ativamente na promoção da Canção de Coimbra, atuando com regularidade semanal em diversos locais da Cidade de Coimbra, a nível nacional e internacional, com especial destaque para as digressões nos EUA, Canadá, Polónia, Reino Unido, São Tomé e Príncipe, Kosovo, Macau, Itália.

Gravou e produziu o CD “Solto” (2020), disco que foi distinguido como “Disco Antena 1”.

Juntamente com o guitarrista Hugo Gamboias é co-fundador do Projecto In.dia criado em 2020; participou no Calcutta International Classical Guitar Festival 2019 ao lado de conceituados nomes como David Russel, Pavel Steidl, Zoran Dukic, Thomas Fellow, Reentko Dirks, Ser o Duo, entre outros. Em 2021, após o sucesso de uma campanha de crowdfunding, os in.dia lançam o seu primeiro trabalho discográfico, acompanhado de vários outros items dos quais se destacam um livro de partituras e tablaturas referente ao cd mencionado. Destaque ainda para o prémio de “Melhor Instrumental” atribuído pelos International Portuguese Music Awards.
 

É Professor de Guitarra Clássica na Escola de Música do Fado ao Centro, Professor de Guitarra Clássica e Director da Escola de Música dos Antigos Orfeonistas da Universidade de Coimbra desde 2015.